Saúde

Estética Ortomolecular no processo de emagrecimento

[Estética Ortomolecular no processo de emagrecimento]
31 de Maio de 2019 às 17:27 Por: Kamilla Almeida* 0comentários

Na procura por terapias alternativas, a medicina ortomolecular vem sendo aplicada dentro de um estilo de vida mais natural. Cada vez menos produtos industrializados são utilizados e neste conceito falaremos sobre a estética ortomolecular.

O objetivo é neutralizar os radicais livres, que são formados a partir da oxidação que ocorre naturalmente no nosso corpo prejudicando o organismo e o funcionamento das células.

A estética ortomolecular, que está presente no Programa de Emagrecimento Personalizado (PEP), age em diferentes ciclos metabólicos orgânicos para a produção de ATP (nucleotídeo responsável pelo armazenamento de energia), indispensável para a manutenção do tecido. Ela favorece o reequilíbrio orgânico e também em caráter preventivo, pois vem reestabelecer o equilíbrio químico. 

Isto leva a uma redução na incidência das doenças cardiovasculares, bem como as metabólicas, como a obesidade.

São usados cosméticos com ativos compatíveis com o do nosso organismo e por isso a aceitação é muito maior que um cosmético comum. 

Além disso existe uma correção de moléculas, utilizando aminoácidos, vitaminas, oligoelementos, fitoterápicos, proteínas e minerais. E os resultados são eficientes: melhoras das disfunções estéticas como envelhecimento, flacidez, gordura localizada e manchas. 

Sem dúvidas, a estética ortomolecular é uma grande aliada para o emagrecimento de forma saudável, pois quando o organismo se encontra equilibrado responderá melhor e de forma mais efetiva, levando ao emagrecimento.

*Kamilla Almeida é Graduada em Estética, Pós-Graduada em Dermato Funcional e Pós-Graduanda em Fitoterapia Chinesa. Idealizadora do PEP

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Leia os termos de uso

jusnews

Na Sombra do Poder

Eduardo Entrevista

Mais Lidas