Na Sombra do Poder

Na Sombra do Poder: Depois da reforma, a bagunça na CMS

[Na Sombra do Poder: Depois da reforma, a bagunça na CMS]
Por: BNews Por: Editoria de Política 0comentários

Depois da reforma, a bagunça: os bastidores da votação na CMS

1 - A Câmara Municipal de Salvador (CMS) ainda assimila a bagunça que a aprovação da minirreforma administrativa do prefeito ACM Neto (DEM) deixou na Casa. Estremeceu, pela primeira vez, a relação entre vereadores de oposição e o presidente Geraldo Júnior (SD), que foi publicamente acusado de tocar a votação “como um trator”;

2 – Nos bastidores, a especulação é que o chefe legislativo teria assegurado a Neto a aprovação do projeto como um aceno de pacificação, depois de flertes seguidos com aliados do governador Rui Costa (PT). Geraldo nega piamente; 

3 - A bancada governista, patrulhada pelo assessor da prancheta [como já revelou a NSP], deu amém à matéria que chegou ao Plenário com tramitação arranhada na comissão conjunta de Transporte e Orçamento. O colegiado deu sinal verde ao texto antes de completar o prazo regimental para a entrega de pareceres de vereadores que haviam pedido vistas;

4 – Um governista muito fiel ao Palácio Thomé de Souza foi integralmente favorável à reforma, mas torceu o bico para a forma como o bonde andou. Disse que, se a condução estivesse sobre seus ombros seria fiel também aos prazos regimentais;

5 – Por outro lado, causou estranheza que oposicionistas que tinham voz na comissão conjunta sequer tentaram barrar o avanço do projeto ao Plenário.

Aleluia vidente


O vereador Alexandre Aleluia (DEM) se passou na sessão ordinária da Câmara Municipal de Salvador, na última segunda-feira (15). O edil resolveu comentar o incêndio na Catedral de Notre Dame, em Paris. Mesmo sem as investigações estarem concluídas, já disse que o incidente teve cunho criminoso. Ele declarou: "Vejo que o Ocidente tem que se posicionar quanto a essa relativização moral e contra a balbúrdia dos nossos valores. Vi muita gente aqui falando de intolerância religiosa, mas digo que o povo mais perseguido são os cristãos. E está muito bem representado por essa verdadeira tragédia em Paris. É um ataque à nossa Santa Igreja".
 
Ireuda Spice Girl
A vereadora Ireuda Silva (PRB), que tem atuação discreta na Câmara de Vereadores, soltou-se na gravação do clipe "Meu corpo não é sua fantasia", da cantora Kris Rocha. A edil até se permitiu fazer uma dancinha coreografada (assista abaixo). Além dela, o clipe contou com a participação da Associação das Mulheres Notáveis de Salvador.

 
Humano X Planta
Ainda rende a interferência da vereadora Marcelle Moraes durante o um minuto de silêncio em respeito à porta voz das religiões de matriz africana Makota Valdina para “incorporar” à homenagem a morte de uma “rinoceronta” no zoológico de Salvador. Ao criticar o protesto, classificado de Ebó Coletivo, na porta da Câmara de Salvador contra seu ato em plenário, ela, exaltada, voltou a dizer que considera a vida animal de igual valor à do ser humano. Porém, o ponto alto foi comparar a vida humana à de uma “planta”. Muita gente não conseguiu esconder o riso diante do mais novo comentário, considerado polêmico da edil.
 
As "forças ocultas" na Câmara


E durante o Ebó Coletivo, um fato curioso: Quando os participantes começaram a bater o tambor, o tempo fechou na Praça da Sé e a chuva começou a cair. Assessoras da vereadora Marcelle, que filmavam a ação, foram alertadas por uma liderança integrante do movimento contra a protetora dos animais que um raio iria cair. Uma das assessoras não contou conversa e correu para dentro do Paço Municipal enquanto a outra entrou em prantos.
 
Pela aprovação


Para Bruno Reis, vice-prefeito de Salvador, a corrida eleitoral já começou mesmo. Ele foi o primeiro a colocar currículo para o processo seletivo da sucessão municipal e, desde então, tem se esforçado para andar na linha. Em cada aparição ao lado de ACM Neto, lá está Bruno com olhar apreensivo pela aprovação do mentor. O registro acima foi feito na sessão na Câmara pelos 40 anos do jornal Correio*, na segunda-feira (15).

Craque reserva
Guilherme Bellintani, presidente do Esporte Clube Bahia, não está oficialmente no campo político, mas recebe marcação cerrada porque é visto como peça que pode desequilibrar o jogo pelo comando da prefeitura de Salvador em 2020. Depois de receber propostas de cartolas ligados ao governador Rui Costa, Bellintani sentou-se à mesa para conhecer o desenho tático do seu antigo técnico, ACM Neto. Os dois dedicaram uma tarde da semana passada para avaliar a tabela do campeonato e os possíveis adversários no chaveamento que ganhará corpo daqui a um ano. Além do titular Bruno Reis, Neto acredita contar agora com o craque reserva. Quem chegar melhor ao final da temporada, ganhará a braçadeira de capitão.

Clã Moraes
Após assumir a Diretoria de Defesa de Animais de Salvador, Gustavo Moraes é a mais nova aposta dos irmãos Marcell (PSDB) e Marcelle Moraes (sem partido). O novo membro da  Secretaria Municipal de Promoção Social e Combate à Pobreza (SEMPRE) é primo da dupla e certamente será aposta para concorrer a uma das cadeiras da Câmara Municipal de Salvador em 2020.
 
Crise à vista
Engana-se quem pensa que apenas o prefeito ACM Neto está tendo que apagar incêndio em sua base. O governador Rui Costa também foi surpreendido essa semana com uma espécie de recado vindo do seu grupo. Projetos de seu interesse não foram votados por falta de quórum no âmbito das comissões na segunda-feira (15) e o detalhe fica por conta de não ter nenhum oposicionista na lista dos ausentes. Faltaram: Eduardo Salles (PP) e Niltinho (PP), Jânio Natal (Podemos) e Robinson Almeida (PT). No dia seguinte, parte dos parlamentares do PP não compareceu para votar o projeto do Executivo sobre a Embasa.
 
Por dois minutos


Apenas Jânio Natal justificou. Em contato com o site, negou qualquer insatisfação e assegurou que tinha uma audiência marcada na Sudesb. E por apenas dois minutos não deu tempo de confirmar presença nas comissões.
 
Mais um
O atual diretor da Associação Comercial da Bahia, o empresário Marcos Cidreira, foi escolhido para comandar uma superintendência na Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Estado. O cargo tem as mesmas funções da antiga Superintendência de Desenvolvimento Industrial e Comercial do Estado da Bahia (Sudic) e é mais um espaço concedido ao PP no Governo Rui Costa.
 
Não chame para a mesma mesa
Na série “Não chame para a mesma mesa” desta semana estão os deputados Marcell Moraes (PSDB) e Soldado Prisco (PSC). O militar e o tucano se bicaram sobre a saída do PSC do bloco com o PSDB na AL-BA, que teria sido provocada por queixumes de Prisco por cargos na Fundação Paulo Jackson – leia-se TV AL-BA. Pelas mãos de ACM Neto, o PSC recuou, recompôs o bloco, mas os ânimos continuam rebeldes. A conferir.  
 
Arregou

A deputada Mirela (PSD) pediu para sair da Comissão da Mulher. Nos bastidores, há quem diga que houve retaliação do PT por conta dos últimos ocorridos entre a parlamentar e a prefeita de Lauro de Freitas, a petista Moema Gramacho. Contudo-todavia, o que chama atenção é o fato de a oposição abrir mão da Vice-Presidência do colegiado. Conforme apurado por esta Coluna, a vaga, considerando a proporcionalidade, seria da oposição. No entanto, a bancada abriu mão. Já é de praxe que os homens deixem as vagas para as deputadas por se tratar da comissão da mulher. Contudo, a pergunta que não quer calar: por que nenhuma das mulheres da bancada assumiu a vaga? Com a palavra, Talita Oliveira e Kátia Oliveira.
 
Dramin
O prefeito de Morro do Chapéu, Léo Dourado (PR), estava mais calmo na entrega da restauração e pavimentação de 73 quilômetros da BA-144, feita pelo governador Rui Costa, no início da semana. “Que bom que hoje está tudo tranquilo aqui”, disse Rui antes de saudar o chefe do Executivo municipal. Recentemente, o prefeito se envolveu em uma polêmica depois de dar um tapa na cara de um fazendeiro, após ser chamado de “moleque”. Durante o evento na cidade, o prefeito reforçou as declarações do governador. Confessou que a primeira-dama deu um Dramin para ele não perder as estribeiras. Assista às declarações gravadas pelo BNews:
 
Constrangimento I
Durante a viagem de número 500 em Morro do Chapéu, o governador Rui Costa, ainda que tenha sido de forma involuntária, acabou por causar um constrangimento ao aliado Bebeto Galvão, suplente do senador Jaques Wagner (PT). No palanque, ao cumprimentá-lo de forma pública, disparou: “Bebeto, suplente de senador. Doido para um dia sentar na cadeira”. De onde estava, o socialista fez um sinal de negativa e riu sem graça. Não passou despercebido.
 
Constrangimento II
Nem a barriga do secretário de Desenvolvimento Rural, Josias Gomes, escapou das observações de Rui. “Vou lhe chamar para fazer uma caminhada de manhã e umas aulas de boxe para ver se diminui essa barriga aí”.
 
Constrangimento #tbt

Há duas semanas, o olhar fitness de Rui não perdoou os contornos de Jonas Paulo, ex-presidente do PT na Bahia: “Tá gordinho”, cochichou o governador. 
 
Coincidência santa

Que é comum as prefeituras e até Governo do Estado concederem ponto facultativo no expediente das repartições públicas até aí tudo bem, mas prestem bem atenção na justificativa dada pela prefeitura de Canavieiras: a suspensão das atividades fora dada por "coincidência" do feriado de Sexta-feira da Paixão cair numa sexta. Imagine se o feriado da Sexta da Paixão caísse numa terça-feira?
 
Maldade
Deram o que falar as declarações do deputado federal Marcelo Nilo (PSB) sobre seu sonho de ser governador em 2022 e que, inclusive, chegou a hora de o PT passar o bastão. Os comentários, para lá de maldosos, não deixaram de lembrar que, nem mesmo enquanto possuiu o status de presidente da Assembleia Legislativa da Bahia por cinco mandatos, conseguiu emplacar sequer uma cadeira no Senado, quiçá agora, na condição de mero federal, chegará ao posto máximo do Executivo baiano. O principal empecilho, reforça-se nos bastidores políticos, seria o citado PT, partido do governador Rui Costa, que nunca abre mão da hegemonia.
 
Livre, leve e solto
Um deputado baiano que flertou com o homem bomba da Lava Jato anda livre, leve e solto em terras cariocas. O cidadão foi visto no último sábado se deliciando no Copacabana Palace e desfilando pela “Cidade maravilhosa”.
 

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Leia os termos de uso

jusnews

Na Sombra do Poder

Eduardo Entrevista

Mais Lidas