Na Sombra do Poder

Na Sombra do Poder: Os playboys da pandemia

[Na Sombra do Poder: Os playboys da pandemia ]
Por: Ilustrativa/ Reprodução/ Redes Sociais Por: Editoria de Política 0comentários

Os playboys da pandemia
Uma leva de uns dez playboys conhecidos no jet set da capital baiana vem se articulando nas tetas do poder de diversas formas desde que iniciou a terrível pandemia. Parece que os “mininos” não assistem noticiário e as superpotentes operações da Polícia Federal na área da Saúde. Eles atuam desde a venda de esparadrapo até as famosas Organizações Sociais (OSs) que administram hospitais de campanha no estado e pelo país afora. Fontes desta coluna já avisaram que eles estão na lupa do Poder Judiciário há alguns meses, mas eles não param de ostentar com farras e acessórios de luxo pelas redes sociais. A NSP alerta: já vimos esse filme e ele nunca acaba bem.

A parlamentar do Victoza

Uma parlamentar baiana está há algum tempo sendo acompanhada por um médico famoso ortomolecular e as mudanças no visual já são notáveis a olho nu. Ela tem enlouquecido os cuecas de plantão por onde passa. Vale o aviso que água demais mata a planta.

Banqueiros na berlinda
O presidente da CMS, Geraldo Júnior (MDB), embarcou no desabafo do prefeito ACM Neto contra os banqueiros e tem cobrado aos quatro cantos que os gestores dos bancos tenham um pouco de compaixão com os soteropolitanos e segurem a onda nas taxas e juros. O fato é que, se a onda crescer muito, alguns executivos já estão preocupados em perder a boca em algumas prefeituras e câmaras municipais. Contratos podem ser revistos e a coisa ficará feia para as instituições financeiras, que perderiam, consequentemente, muitos clientes adimplentes em folha.

Apocalipse da pandemia
Semanas atrás, a NSP revelou que o secretário municipal de Saúde, Leo Prates, previa nos bastidores um cenário apocalíptico de 900 mortes em Salvador até junho por causa da Covid-19. Para o bem dos soteropolitanos, a previsão de ‘Pai Leo’ caiu por terra e estamos bem longe disso. Salvador já perdeu mais de 300 pessoas na guerra contra o vírus, mas ainda tem gente brincando com as medidas restritivas e flertando com o perigo.

Autoriza, mas não recomenda?

O secretário estadual de Saúde, Fábio Vilas-Boas, não quer responsabilidade em seu colo. Prova disso é que, mesmo compartilhando nas redes sociais um estudo informando o considerável risco de morte e ineficácia da hidroxicloroquina, o cardiologista autorizou o uso do medicamento na Bahia. Questionado pelo BNews se o protocolo no estado pode mudar diante desse estudo, ele respondeu: autorizado não é recomendado.

Bola fora
Onde já se viu informe publicitário da Casas Bahia na Magazine Luiza? A alusão é uma metáfora, claro, mas tem cacique do Thomé de Souza tentando vender informações para veículos com conteúdo da concorrência. A última pesquisa eleitoral que o diga, hein? Bola fora, meu caro comunicador! E só uma dica da NSP: quando vocês vêm com a farinha, o pirão já tá saindo do fogo. 

Vira ouro
Com o nome cada vez mais forte para ser a candidata a vice-prefeita da chapa de Bruno Reis, a secretária de Promoção Social e Combate à Pobreza, Ana Paula Matos, recém filiada ao PDT, ganhou mais um importante trunfo. Transformou um depósito jogado às traças num diferenciado complexo social, no bairro de Pau da Lima, que vai abrigar o Restaurante Popular, cursos profissionalizantes para pessoas em situação de vulnerabilidade social, Cras, Creas, Bolsa Família. É um apelo estrondoso, principalmente falando em ano eleitoral. Nos corredores do Executivo falam que "tudo o que a menina dos olhos do Thomé toca, vira ouro".

Ninguém segura os memes
A internet não perdoa, na Bahia então... Com a antecipação dos feriados, choveram memes na internet. Mas a pergunta ficou no ar: segunda feira foi São João ou 2 de Julho? No decreto estadual dizia 2 de Julho, e na terça, São João, mas na divulgação da prefeitura consta o inverso. Ninguém sabia se chorava no pé do Caboclo ou comia amendoim. 

Não teve pé do Caboclo, mas teve pé de Neto


Falando em pé do Caboclo, um fã de ACM Neto protagonizou um fato inusitado em Periperi ontem. Sem ninguém esperar, ele tentou beijar os pés do prefeito como gesto de agradecimento. Neto, por sua vez, ficou sem graça com a situação, tentou se esquivar, mas não teve jeito. No final, passou a mensagem "fique em casa, se cuide". Afinal, o fã incondicional era aparentemente idoso, logo, do grupo de risco da Covid-19. Que moral, hein, prefeito?

GPS quebrado
O GPS político do vereador Cezar Leite pifou e ele está mais perdido do que cego em tiroteio. Eleito pelo PSDB - numa simbiose entre ativistas do MBL e a base do prefeito ACM Neto – acabou ganhando espaço com a narrativa bolsonarista, mas não conseguiu abrigo no Aliança, o novo partido que Bolsonaro não conseguiu emplacar a tempo das eleições municipais. O jeito foi se apegar ao partido do vice-presidente Hamilton Mourão, o PRTB, pelo qual pretende disputar a prefeitura de Salvador. A pergunta que não quer calar: na dividida, Cezar Leite é Mourão ou Bolsonaro?

... e sem controle

Um dos sinais à pergunta anterior é que Cezar Leite começou a se descolar de alguns apoiadores que estão agora sob a mira da Justiça por causa de investigações sobre disseminação de fake news a respeito do Hospital Espanhol. Perguntado sobre as digitais de aliados nessas suspeitas, ele saiu com essa: “não tenho como controlar o que cada um faz de forma individual”. 

Onde há fumaça, há fogo
Após a imprensa noticiar a identidade de um deles, Cezar Leite chamou os sites que publicaram a matéria de “fake” e insistiu que não tem como controlar o que seus apoiadores fazem. E quem disse que tinha? Os repórteres apenas citaram que o suspeito apoia o parlamentar e tem fotos com este, já que se trata de uma pessoa pública e autoridade local. Onde há fumaça, há fogo.

Guerra de absurdos
A narrativa fica ainda pior com a disputa que Cezar Leite mantém com outro vereador bolsonarista, Alexandre Aleluia, para ver quem aparece mais na mídia e nas redes sociais com pedidos absurdos para a reabertura total do comércio em meio à pandemia. Leite até que tentou, mas a Justiça negou a investida dele contra as medidas restritivas colocadas pelo prefeito ACM Neto.

Demorada devoção
A inauguração dos leitos destinados à Covid-19 no Hospital da Sagrada Família, requisitado pela prefeitura e administrado pelas Obras Sociais Irmã Dulce, coincidiu justamente com a data de aniversário da primeira santa brasileira (26 de maio). Prato cheio para Netinho, que mais uma vez mostrou a sua devoção à Santa Dulce dos Pobres. Inclusive, citou um escapulário que diz não tirar nem pra dormir. Bela homenagem à Dulce, mas da próxima vez, resume o discurso e pede release pra Secom, ok?

Será que dorme?
Há quem questione como uma assessora de imprensa da prefeitura de Salvador consegue, tranquilamente, colocar a cabeça o travesseiro e dormir em paz. A “queridíssima da imprensa soteropolitana” - Deus tá vendo… - está enrolada com a Justiça. Responde a dois processos criminais graves: um de estelionato e outro por criar e disseminar informações falsas. Detalhe: tem Ministério Público no meio…

Escobar, é você?

De 1 a 10, quem é você hoje na escala Pablo Escobar? Ops, quis dizer André Fraga. É que rolou uma resenha pesada nos bastidores por causa desse bigodinho do ex-secretário de Sustentabilidade de Salvador à la Wagner Moura no seriado Narcos, da Netflix.
 

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Leia os termos de uso

jusnews

Na Sombra do Poder

PodCast

Mais Lidas