Na Sombra do Poder

Na Sombra do Poder: Covid sem quórum

[Na Sombra do Poder: Covid sem quórum ]
21 de Janeiro de 2021 às 05:00 Por: Reprodução/ AL-BA/ Redes sociais/ Divulgação Por: Editoria de Política

Covid sem quórum 
Para que tá feio! Os deputados estaduais formaram uma comissão para debater os impactos da Covid-19 na Bahia. A iniciativa é louvável, mas a execução, para variar, deixa a desejar. O grupo foi formado em 2020, mas a primeira reunião aconteceu na última semana. Já a segunda, ficou para depois. Mesmo virtual, a sessão que seria ontem não aconteceu por falta de quórum. Se os deputados não podem se dedicar um pouquinho para debater um assunto tão caro à sociedade, melhor seria tirar as férias que dizem não querer!

Farinha pouca, meu pirão primeiro
Interior acontece é coisa. Mesmo com poucas doses para imunizar os brasileiros dos grupos prioritários teve furão na fila. Na Bahia, o prefeito da cidade de Candiba desrespeitou o critério de prioridade, tomou a vacina contra a Covid-19 e ainda postou na rede social. Não só lá, mas em Sergipe e Pernambuco também. Resta saber se todos estão obedecendo a fila ou apenas alguns estão postando escancaradamente. O MP tá de olho!

Parece pirraça 

A expectativa da semana foi a chegada da vacina na capital baiana. E foi com emoção e atrasos.  Toda hora o Governo Federal alterava o horário do pouso da aeronave com as doses, o que causou uma confusão entre os jornalistas que noticiavam o fato e as secretarias de Saúde. Primeiro chegaria às 8h50, depois 14h, em seguida, 18h. Até que, finalmente, às 22h20. Enquanto isso, uma legião de repórteres se revezava no Graer e a ansiedade do povo da Bahia só aumentava. Dizem as más línguas que parecia pirraça do Governo Federal. 

Dia D e hora H
Falando em ansiedade, o início da vacinação também protagonizou o primeiro embate, ainda que indireto, entre Rui Costa e Bruno Reis. Logo após o prefeito anunciar que Salvador começaria a vacinar na quarta-feira, o governador criticou veementemente durante um evento a “ansiedade” de alguns em cravar datas. Ele não citou nomes, mas para bom entendedor, meia palavra basta. Na época, ainda não tinha a aprovação da Anvisa e o governador estava cauteloso. No final, a estimativa de Bruno saiu melhor que a encomenda, não foi quarta, foi terça, um dia antes. 

Vacinação politizada 

Político não perde a chance. Foi assim durante a pandemia e está sendo agora, que teve início a vacinação. Em Feira, o governo Rui Costa começou a vacinar sem alinhar com o prefeito Colbert Martins. Em Salvador, Bruno Reis corria de um lado para o outro para não perder a foto com os vacinados, enquanto o secretário estadual Fábio Villas-Boas aplicava as doses. Política acima de tudo.

Dia D e hora H – PARTE 2
Ironizando ainda a fala de outros políticos, Rui trouxe para si o desejo de não querer “plagiar” ninguém ao anunciar assuntos particulares da sua gestão de forma apressada. A crítica se estendeu ao seu vice João Leão. Ressentido para tratar sobre isso com a imprensa, ele questionou qual o objetivo de conversas com o governador serem divulgadas para sites, a fim de plantar notícia. Rui disse que só assim conhece as pessoas que o estão cercando... Fica a dica.

Covid-FIT 
Sobrou mesmo foi para Fabíola Mansur, ex-candidata a vice-prefeita de Salvador pela base de Rui Costa. Ao lado dela durante a entrega de vans da saúde, o governador, ao saudá-la, celebrou sua recuperação e, sem pensar duas vezes, disse que o período de isolamento pela doença serviu para perder uns quilinhos. #semperdão

Ninguém aprendeu com Herzem

Durante o discurso em que estava o secretário da Saúde, Fábio Vilas-Boas, e o chefe, Rui Costa, para uma plateia de políticos e assessores do interior, não teve distanciamento certo. Só dava para constar na foto que ainda é pandemia por conta das máscaras... Aí só tem como lembrar do estado em que ficou o prefeito de Vitória da Conquista ao se infectar com o coronavírus, proveniente de aglomerações políticas. Apesar de todos os votos de solidariedade a ele, ninguém aprendeu na prática.

E o Carnaval? Oxente, homem!

Mal saiu a vacina e já tinha folião perguntando a Bruno Reis sobre a data do Carnaval de Salvador.  A pergunta logo viralizou nas redes e a comunicação do prefeito soube responder com agilidade em bom baianês! A conferir. 

Anvisa Lá

Falando em Carnaval, quem também entrou no clima da vacina foi o Olodum, com uma paródia do clássico hit carnavalesco “Nossa Gente Avisa Lá”. 

Separadas por uma CoronaVac


Pra todos os santos

Uma das maiores dúvidas sobre a formação dos blocos partidários na Câmara de Salvador era o posicionamento da vereadora Débora Santana. A estreante no Legislativo parece estar ainda indecisa sobre pra que lado vai. Nas posses de Bruno e Ana Paula foi selfie pra cá, foto pra lá e juras de amor à base do novo prefeito. Já no aniversário do governador, uma demonstração efusiva de afeto em suas redes sociais. Resta saber se a vereadora vai continuar tentando rezar para todos os santos ou se vai, enfim, concentrar suas orações.

Meramente executivo 

O ex-vereador José Trindade (PSB) foi indicado pelo seu líder, Rui Costa (PT), para assumir a Conder. Em entrevista ao BNews, disse que não tem nada de política na indicação, foi meramente técnica. Aham, assim como Rui não tem pretensões em 2022, e Papai Noel existe. 

Sob pressão
Rui Costa (PT) provou que funciona sob pressão. Foi “atacado” publicamente pelo seu vice, João Leão (PP), e depois ainda cedeu duas pastas ao partido. Marcelo Nilo (PSB) já deixou clara sua insatisfação com o episódio. Outros aliados também estão insatisfeitos, só não divulgaram seus descontentamentos.

Chuva e aglomeração 
Tudo bem que Rui ama correr, mas fazer isso na chuva e aglomerado é uma modalidade que alguns correligionários não adotam, à exemplo do secretário de Segurança Pública, Ricardo Mandarino, que caiu fora durante a entrega de vans na Sesab. Só ficaram os prefeitos e secretários do interior porque não teve jeito... Vale tudo para garantir aquela foto do primeiro feito no mandato iniciado este ano, especialmente sobre saúde durante a pandemia.

 

NSP atenta
A coluna não esqueceu que o presidente da CPMI das Fake News, Angelo Coronel (PSD), recebeu ofício em favor de sua própria esposa, Eleusa Coronel, a então candidata à vice-prefeita de Salvador, sobre uma suposta fake news contra ela. A NSP está atenta para saber os desfechos dessa investigação, que de longe é possível enxergar o conflito de interesse. Vamos conferir como o novo presidente do Senado se comportará sobre a pauta.
 

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar