Esporte

Adversários do Brasil, Peru e Venezuela ficam no 0 a 0

[Adversários do Brasil, Peru e Venezuela ficam no 0 a 0 ]
15 de Junho de 2019 às 18:52 Por: Reprodução Por: Galáticos Online 0comentários

Em jogo válido pelo grupo A, do Brasil, as seleções da Venezuela e Peru empataram sem gols, na Arena do Grêmio, em Porto Alegre, na Copa América. O jogo teve começo tímido das duas equipes, que se estudaram muito nos minutos iniciais.

Logo aos seis minutos de jogo, após falta cobrada na área, Fariñez saiu mal do gol e se chocou com Tapia. A bola espirrada sobrou para Christofer González, que não tinha nada a ver com isso e marcou o que seria o primeiro gol da partida. No entanto, o juiz Vilmar Rondan foi chamado para checar o lance no árbitro de vídeo. Após a análise no VAR, foi constatado impedimento de Tapia no início da jogada.

Apesar do susto inicial, a Venezuela era melhor no primeiro tempo. Com mais posse de bola, os venezuelanos ocupavam quase que todo o campo de defesa do Peru.

Os peruanos chegavam com perigo e equilibravam as ações ofensivas com uma transição rápida, principalmente pelo lado direito. Em contra-ataque puxado por Farfán, Cueva recebeu a bola na entrada da área e finalizou, mas sem direção.

A melhor jogada da primeira etapa foi da Venezuela. Após inversão de Savarino para Murillo, Rondón recebeu sozinho na área, mas parou em ótima defesa do goleiro Gallese.

Os 45 minutos iniciais foram movimentados e boas chances foram criadas para as duas seleções. Guerrero e Advíncula eram os nomes mais perigosos do Peru. Do lado venezuelano, Savarino era sinônimo de perigo. O camisa 10, inclusive, botou Gallese para trabalhar após boa falta cobrada na ponta esquerda.

Na volta para o segundo tempo, Róndon assustou o goleiro Gallese após falta que passou com perigo ao lado da meta do peruano.
Após mais uma chegada perigosa pelos lados, o lateral esquerdo Trauco levantou a bola na área e Farfán cabeçeou sozinho para o fundo do gol.

A comemoração, no entanto, durou pouco. Isso porque o jogador do Flamengo estava impedido no início da jogada e o gol foi corretamente invalidado.

Mas, aos 28 minutos, o lateral esquerdo Mago, da Venezuela, fez falta dura por trás, levando o segundo cartão amarelo na partida e indo para o vestiário mais cedo.

O jogo, já em seus minutos finais, teve mais um momento de muita emoção. Aos 30 minutos, Farfán cruzou rasteiro e a bola chegou até Flores. O camisa 20 até tentou completar para o gol, mas parou em mais uma defesa de Fariñez. No rebote, Polo chutou mascado e a bola sobrou para Guerrero, que acertou a trave, mas estava impedido.

O Peru manteve forte pressão e forçou o goleiro Fariñez a fazer boas defesas. A Venezuela foi corajosa e não se deu por satisfeita com o empate, mesmo com o homem a menos.

Com o resultado, a seleção brasileira se isolou na liderança do grupo A, com três pontos conquistado após levar a melhor contra a Bolívia, na última sexta-feira (14), no Morumbi.

As duas seleções voltam a campo na terça-feira (18), pela segunda rodada da Copa América. A Venezuela enfrenta o Brasil, às 21h30, na Arena Fonte Nova, em Salvador. Já o Peru pega a Bolívia, às 18h30, no Maracanã.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Leia os termos de uso

jusnews

Na Sombra do Poder

Eduardo Entrevista

Mais Lidas