Bnews Tv

O que mudou na vida dos baianos um ano após confirmação do 1º caso da Covid-19

05 de Março de 2021 às 21:17

Há exatamente um ano a Bahia registrava o primeiro caso do novo coronavírus.  Uma mulher de 34 anos, moradora de Feira de Santana, a cerca de 100 quilômetros de Salvador. Na época, também era o primeiro registro da doença no Nordeste e o nono no país. 

Diante das incertezas de como o vírus iria se ploriferar e como tudo ainda era muito novo, nem sonhávamos em usar máscara na época em que foi feita a primeira notificação da doença no território baiano. Diferentemente de hoje, em que o uso do item é obrigatório para andar nas ruas, entrar em estabelecimentos comerciais ou trabalhar. Mas, andar com parte do rosto coberto não foi a única mudança que passou a ser realidade desde quando o primeiro caso da Covid-19 foi confirmado na Bahia.

Decretos e mais decretos foram assinados. Alguns bairros de Salvador passaram por medidas restritivas impostas pela prefeitura. Lojas de rua, shoppings, academias, bares, restaurantes e outros setores da economia tiveram que fechar as portas, abriram, no entanto, desde o último dia 27 voltaram a fechar. As praias tiveram os seus acessos interditados, liberados e novamente bloqueados. Estudantes e professores foram retirados da sala de aula. Tivemos que dá um até logo a eventos como o São João e conviver com o silêncio inimaginável do carnaval.

Em meio a tantas mudanças e o avanço gradativo do número de casos e internações ocasionadas pelo coronavírus, neste sábado (6), o BNews exibe uma reportagem especial sobre como a pandemia modificou a vida dos baianos.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar